O mundo da gaita perde Norton Buffalo

 O renomado gaitista Norton Buffalo morreu de câncer na sexta-feira, 30 de outubro em um hospital perto de sua casa em Paradise, Califórnia. Sua morte chegou pouco tempo depois de saber do diagnóstico de câncer em setembro. Ele era de cinqüenta e oito anos.

Um músico prolífico e versátil, o búfalo foi amplamente aclamado como um dos melhores gaitistas do gênero no mundo da música. Stylings sua gaita foram infundidos com originalidade e musicalidade fenomenal, e ele também era adepto de blues, rock, R & B, new age, country e jazz.

Ele gravou em cento e oitenta álbuns, teve inúmeros créditos na televisão e produções cinematográficas,  gravou e excursionou com músicos tão diversos como,
Bonnie Raitt, Johnny Cash, Olivia Newton-John, The Doobie Brothers, Kenny Loggins, the Marshall Tucker Band, David Grisman, Elvin Bishop and Commander Cody and the Lost Planet Airmen.

 


Búfalo gravou dois bem-recebido álbuns solo para a Capitol Records nos anos 70, um dos quais, Lovin In The Valley Of The Moon, continua a ser altamente cobiçado item por aficionados da música. Em 2000 ele lançou seu primeiro lançamento solo em mais de vinte anos, o king of The Highway, pela Blind Pig records. Mais recentemente, ele trabalhou em um CD de música para crianças com Kenny Loggins e um álbum com o guitarrista George Kahumoku Jr.

 

Norton estava em plena atividade quando descobriu a doença.