Entrevista Exclusiva c/ Peter Madcat no Brasil

O disco "Live in Rio" com Big Joe Manfra & Jefferson Gonçalves é considerado por muitos o melhor disco de blues gravado no país. Que memórias você têm desse álbum?

Nós gravamos este álbum no Mistura Fina no Rio de Janeiro no final de um tour em Outubro de 2004. Nós estávamos cansados mas o público estava maravilhoso e os músicos tocaram bem.

O que você espera desse tour no Brasil?(realizado em Novembro de 2007)

Quando eu toco junto com o Big Joe Manfra Blues Band são sempre momentos incríveis para nós. Esse caras são músicos de blues de primeira classe em qualquer lugar do mundo.

O que você acha dos gaitistas brasileiros?

O Brasil tem muitos gaitistas excelentes e uma longa história com a gaita. Os gaitistas que eu mais gosto no Brasil ou em qualquer lugar do mundo são os que desenvolveram seu som próprio e que não tentam soar como qualquer outro gaitista.

Quais são os gaitistas brasileiros que você conhece melhor?

Os quatro gaitistas brasileiros que eu conheço melhor são Jefferson Gonçalves, Flávio Guimarães, José Staneck e Maurício Einhorn. Eu também tive a chance de dividir palco com Big Chico, Sérgio Duarte e Alexandre Rossi. Mas além desses existem diversos que eu ouvi através de discos e que eu admiro muito.

Seu repertório inclui uma diversidade de estilos musicais. Que tipo de música é a sua favorita de tocar na gaita? Porquê?

Meus estilos favoritos de tocar são o Blues e a Música de Raiz Norte-americana. Esta é a música que tenho tocado e ouvido pelos últimos 43 anos. Eu também toco um pouco de jazz. Na década de 70 eu toquei com um pianista de jazz chamado Dave Brubeck por três anos e meio. Eu ainda toco freqüentemente com seu filho Chris Brubeck.

Antes de você ganhar o Grammy você já tinha imaginado que isso poderia acontecer um dia? O que acha disso?

Não, eu nunca pensei que um dia ganharia um Grammy Award. Eu acho isso uma impressionante dose de sorte por estar no lugar certo na hora certa.

Que gaitas e microfones você está usando atualmente?

Eu uso as gaitas Hering Blues, Hering Vintage e Hering Madcat. Quando eu toco com amplificadores eu utilizo o microfone Shaker/Madcat que é de co-invenção minha. Quando eu faço shows acústicos eu toco através de um microfone comum para voz, que geralmente é um Shure SM-58.

O que nós podemos esperar do disco "Madcat´s Harmonica and Ukulele Project"?

Esse disco foi muito divertido de se fazer. Eu comecei a tocar Ukulele com 11 anos, comecei a tocar violão quando eu tinha 12 e comecei a tocar gaita com 15. Há alguns anos atrás eu voltei a ficar interessado em tocar ukulele novamente. Este cd tem tanto gaita quanto ukulele em todas as faixas. O estilo é blues e música de raiz norte-americana.

Muito obrigado mesmo, tanto pela entrevista quanto pela simpatia. Obrigado também pelo respeito e carinho com todos os fãs e gaitistas brasileiros. Você gostaría de deixar uma última mensagem para os fãs brasileiros?

Esta turnê pelo Brasil foi maravilhosa e eu penso em voltar mais uma vez para o país em breve. Peço a todos que acompanhem minha carreira através do website: www.madcatmusic.net

Agradecimentos Especiais: Jefferson Gonçalves e Big Joe Manfra.

>>>Quer ganhar uma Bends Juke?<<<

O principal prêmio da nossa promoção de Final de Ano é uma gaita diatônica top de linha da marca Bends, esta gaita chama-se Juke. O segundo prêmio é um kit Bends com camiseta, boné e chaveiro de gaita. Para participar e saber os detalhes desta promoção >>> CLIQUE AQUI <<<
Ofe
recimento: Bends Harmônicas